quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Um presente e a Magia do Natal

O Natal está a chegar.
Todos sabemos... este será um Natal diferente. 
Este ano, a Magia do Natal misturou-se com tantos outros sentimentos, nada típicos desta época. 
Quero encontrar - e quero ajudar-vos a encontrar - essa Magia do Natal. A magia das memórias dos outros Natais, memórias essas que nos conduzem, inevitavelmente, à Mesa de Natal. 
Natal é sinónimo de família, partilha e celebração, sempre à volta da Mesa de Natal. 
Não vamos ser os mesmos à mesa porque, este ano, a distância significa amor e cuidado... por nós e pelos outros. Mas podemos viver e partilhar o Natal de tantas outras formas. 
Mesmo na distância, podemos estar perto. Podemos ter a presença de familiares por meios virtuais. Podemos partilhar docinhos e outros mimos que preparamos com aqueles que não vão estar connosco - deixando à porta, uns momentos antes. 
Porque a comida tem este efeito. Reaviva-nos as memórias, desperta-nos os sentimentos e dá-nos um aconchego especial que, este ano, tanto precisamos. 

Por tudo isto, trago-vos um presente - receitas para o vosso jantar de Natal. O menu completo.
Sigam-nas, alterem-nas ou façam outras mas inspirem-se na cozinha para procurar a Magia deste Natal.

Entradas: 

Sangria de espumante, frutos vermelhos e canela: Comecemos por um brinde. Brindemos, claro, à Saúde com esta sangria que condiz lindamente com esta época Natalícia pelas suas cores, pelos seus aromas e pelo seu cariz comemorativo. 

Pasta de azeitonas: Acompanhamos o brinde com umas tostas servidas com pasta de azeitonas. Espreitem a receita aqui. É tão fácil de fazer e absolutamente deliciosa. Podem começar já a fazer e guardar em frascos. Conserva-se perfeitamente até ao Natal, isto é, se conseguirem resistir... Podem também oferecer como presente de Natal, apostem numa decoração bonita como sugiro na imagem. Este presente, acreditem, é um sucesso garantido.

Prato principal: todos temos receitas de bacalhau ou de perú. Por isso, se quiserem inovar num ano tão atípico, proponho uma receita diferente mas bastante requintada e deliciosa que todos irão adorar este Natal.

Beef Wellington

Ingredientes:
*1 a 2 Kg de lombo de boi ou de vitela branca
*Sal, pimenta, piripiri, rosmaninho e salsa q.b.
*600 gr de cogumelos (mistura de brancos, portobello e shitake)
*4 dentes de alho
*1 cebola roxa
*1 colher de café de molho de soja
*azeite e manteiga q.b.
*1 tijela de miolo de pão
*2 folhas de massa folhada (ou da mais alta para estender)

Preparação
1. Aqueçam o forno a 210ºC.
2. Espalhem, numa tábua, o sal, a pimenta, o piripiri e 1 ramo de rosmaninho e de salsa, picados. Coloquem a carne numa extremidade da tábua e rolem, pressionando, até à outra extremidade. Desta forma, todos os condimentos irão aderir à carne.
3. Numa frigideira, coloquem um fio de azeite, 1 colher de sopa de manteiga e 1 ramo de rosmaninho. Quando estiver quente, selem a carne durante 4 minutos.
4. Retirem a carne e reservem.
5. Na frigideira, coloquem um pouco mais de azeite e de manteiga. Alourem o alho e a cebola roxa, grosseiramente picados.
6. Juntem os cogumelos e salteem durante 15 minutos. 
7. Acrescentem o molho de soja e desliguem passados 4 minutos.
8. Deitem os cogumelos numa tábua e piquem na consistência desejada. Juntem o miolo de pão.
9. Estendam a massa folhada no tabuleiro que vai ao forno e espalhem a pasta de cogumelos por cima, sem chegar às bordas. Pincelem com gema de ovo uma das bordas da massa folhada, coloquem a carne na borda oposta e enrolem, apertando. Fechem as bordas laterais com os dedos ou com um garfo.
10. Pincelem o rolo com gema de ovo, coloquem no forno a 210ºC durante 40 minutos e retirem imediatamente.
11. Deixem repousar durante 4 minutos e sirvam.
Acompanhem com umas batatas e legumes assados no forno. Quando começarem a preparar a receita da carne, coloquem no forno a 130ºC, as batatas e legumes partidos num tabuleiro - forrado com papel vegetal - tudo temperado com um fio de azeite, sal e pimentão doce. Quando colocarem a carne no forno, passem esse tabuleiro para a parte inferior do forno e aumentem a temperatura para os 210ºC. Retirem tudo ao mesmo tempo. Polvilhem as batatas e os legumes com cebolinho picado para abrir os sabores.


Sobremesas: são clássicas mas vão surpreender porque são feitas em casa e podem ser servidas ainda quentes ou mornas.

Pão de Ló - esta receita já mora aqui. De todas as receitas que partilhei, esta é provavelmente aquela que mereceu mais acolhimento. "Já fiz e não falha" é o que costumam dizer. É tão simples e tem uma vantagem enorme - não é preciso separar as claras das gemas. Tudo é batido em simultâneo. Sigam os passos todos mas tomem especial atenção à fase de "envolver" - é a chave do sucesso... deste e de todos os bolos. 
A apresentação fica à vossa escolha. Podem utilizar uma forma tradicional, forrada com papel próprio para Pão de Ló ou utilizar outra forma e decorar como a vossa imaginação ditar. Vejam na imagem como funciona lindamente das duas maneiras. Se não usarem papel, untem a forma com manteiga e polvilhem com açúcar.

Bolo Rei - Quem resiste a um Bolo Rei, feito em casa? Quem resiste ao cheirinho do bolo que está a cozer, enquanto jantamos? Quem resiste a um Bolo Rei que é servido quente e a fumegar? Ninguém. É difícil? Nada disso. Vão lá ver, arrisquem e surpreendam. Uma dica extra à receita já publicada - a massa pode levedar horas. Podem começar a fazer na véspera, à noite - deixam fazer a primeira levedura durante a noite e a segunda levedura, durante o dia 24.


Antes do café:
Carpaccio de ananás - porque nem só de bolos, vive o Homem e, nesta época, precisamos de algo que corte os altos níveis de açúcar. Podem fazer logo de manhã e conservar no frio para que os sabores e aromas se misturem completamente.
Ingredientes:
*1 ananás
*1 lima
*hortelã q.b.
*1 colher de sobremesa de açúcar mascavado ou amarelo
Preparação:
1. Descascar o ananás, cortar a meio e laminar cada metade (com uma mandolina, um robot ou com a perícia de uma faca muito afiada). 
2. Dispor as fatias de ananás num prato, polvilhar com o açúcar, hortelã picada, raspa e sumo de lima. 
3. Enfeitar a gosto. Tapar com película aderente. Guardar no frio até servir.


Com o café:
Chocolates de Natal - É inevitável, nesta fase, já "não temos barriga" mas não resistimos a um chocolate. Claro que podemos comprar chocolates. Há tantos e tão típicos do Natal. E oferecem-nos sempre tantos. Mas... e se fizermos os nossos próprios chocolates? Criamos, assim, uma nova tradição e memória de Natal. Pensam vocês - "Que trabalheira!". Depois de lerem esta receita, vão pensar de maneira diferente. Além disso, são um presente lindo - coloquem numa caixa bonita e é outro presente de sucesso garantido.

Ingredientes:
*1 tablete de chocolate Pantagruel (normal ou negro - o que preferirem)
*coberturas: nozes, avelãs, alperce seco, figos secos, sal e pimenta rosa, cereja caramelizada...

Preparação:
1. Derreter o chocolate em banho-maria.
2. Quando estiver derretido, reduzir a temperatura para o mínimo.
3. Num tabuleiro, forrado com uma folha de papel vegetal, fazer (com a ajuda de uma colher de sobremesa) círculos de chocolate e colocar imediatamente a cobertura que quiserem. 
4. Duas horas depois, retirar os chocolates do papel vegetal e já está.


Sei que todos têm as vossas de receitas de Natal mas este foi o meu presente para vocês. Inspirem-se na cozinha e na partilha. Encontrem a Magia do Natal porque - não me canso de repetir - "cozinhar é um modo de amar os outros".
Um Natal muito Feliz, em segurança e com muita Saúde. 

Um grande beijinho.



Sem comentários:

Publicar um comentário